• 5 dicas para preparar seu bolso em casos de aumento de combustível

    Com os preços da gasolina chegando a um nível recorde, é fácil sentir uma sensação de pânico. Especialmente se você acabou de comprar uma daquelas caminhonetes da nova geração.

    O ano começou com reajustes em série nos preços dos combustíveis. Desde o início de fevereiro, está em vigor o quarto aumento no valor da gasolina em 2021 nas refinarias. A média na primeira quinzena de fevereiro passou para R$5 ao consumidor final – de acordo com a ValeCard, empresa de gestão de frotas.

    + Quase 3 meses após acidente, cantora Amanda Wanessa sai de UTI e é transferida para o quarto
    + Cantora country morre aos 33 anos em acidente de carrov
    + Acidente com ônibus deixa pelos menos 14 mortos e 32 feridos na BR-376, em Guaratuba

    O custo do litro do diesel nas bombas, por sua vez, subiu pela terceira vez neste ano. Além disso, o etanol também está mais caro, devido a fatores como a entressafra da cana-de-açúcar.

    É claro que essa mudança já deixou o trabalhador brasileiro preocupado. Afinal, esse é mais um daqueles gastos imprevistos e indesejados.

    Mas antes de qualquer medida drástica, avalie de forma realista o que o aumento dos preços do gás significa para sua família. Se os preços da gasolina ameaçam afundar o orçamento da sua família, pode ser hora de reexaminar como você está gastando o dinheiro em geral.

    Efeitos da alta do combustível
    No nível individual, os preços mais altos significam que cada um de nós paga mais na bomba. Assim, sobra menos para gastar em outros bens e serviços.

    Mas a mudança de valores não afeta apenas os postos de combustível. Os preços mais altos afetam a economia em geral.

    Quando os preços da gasolina sobem, praticamente tudo é afetado pela mudança, desde os gastos do consumidor até o preço das passagens aéreas e práticas de contratação.

    O combustível é um insumo importante para o transporte, que impacta diretamente as famílias enquanto elas dirigem. Mas também atinge as empresas que dependem de cadeias de logística e transporte em todo o mundo.

    Se os gastos são dificultados pelos custos mais elevados da gasolina, isso pode ter efeitos indiretos em toda a economia como um todo.

    Pensando nisso, veja algumas dicas para tentar driblar as novas altas nas bombas de combustível:

    1 – Comece a pegar carona
    Se você dirige muitos quilômetros todos os dias para ir e voltar do trabalho, provavelmente há alguém em sua área ou a uma curta distância que faz a mesma coisa.

    Existem alguns sites e até mesmo aplicativos, como Bla Bla Car e Waze, onde você pode procurar por pessoas que desejam compartilhar carona em seu trajeto.

    Pode demorar algumas semanas ou meses para encontrar a pessoa certa para viajar, mas definitivamente vale a pena.

    Você vai praticamente cortar pela metade as despesas com gasolina. Portanto, tome a decisão e comece a procurar um parceiro de carona.

    2 – Se possível, mude-se para perto do trabalho
    Sabemos que nesse caso, é mais fácil falar do que fazer. Na economia de hoje, somos atingidos não apenas pelos altos preços dos combustíveis, mas também por um mercado imobiliário muito lento. Comprar um imóvel novo não é algo tão simples de se fazer.

    Talvez esta seja a solução mais adequada para quem está disposto a alugar.

    Se você não estiver preso a um contrato de longo prazo, faça o possível para encontrar um lugar para morar perto de seu local de trabalho. Há rumores de que os preços da gasolina só vão subir, então quanto menos você dirigir, melhor para você.

    3 – Compre um carro que faça mais kms por litro
    Esteja pronto para abrir mão de um pouco de conforto. Você pode não ter aquele carro espaçoso, mas com certeza um carro pequeno irá mantê-lo longe da bomba de gasolina por um longo período.

    Quem estiver disposto a mudar para um veículo menor, muitas vezes descobrirá que é possível economizar dinheiro na compra do veículo, nos custos de combustível e na manutenção – tudo com apenas uma pequena compensação no tamanho.

    Pode ser muito mais barato possuir um carro pequeno e simplesmente alugar um veículo maior nas poucas vezes que for necessário por ano.

    Afinal, por que arcar com os custos de operar uma caminhonete, SUV ou outro veículo grande que é subutilizado na maior parte do tempo?

    4 – Use o transporte público
    Dependendo da cidade em que você mora e onde vai trabalhar, provavelmente existe um sistema de transporte público que você pode usar. Se você planeja fazer isso como um método para economizar dinheiro com a gasolina, você deve ser muito organizado.

    Você tem que saber o horário dos ônibus, acordar mais cedo do que antes e dar muito mais tempo para ir e voltar do trabalho.

    5 – Use aplicativos de telemetria
    Nesse momento difícil, em que os brasileiros precisam encontrar formas criativas para lidar com os preços nas bombas de combustível, soluções baseadas em telemetria podem ser uma resposta interessante.

    Ao aumentar a acessibilidade para motoristas de baixo risco, a tecnologia telemática oferece aos consumidores a capacidade de controlar seus custos de seguro. Isso incentiva a reduzir os quilômetros percorridos e a adotar hábitos de direção mais seguros.

    E menos quilômetros rodados e uma direção mais segura contribuem para a redução de acidentes, congestionamentos e emissões veiculares – o que beneficia a todos nós.

    Contar com empresas como a Thinkseg, especialista em seguro auto pago por uso, é uma forma inteligente de poupar seu dinheiro.

    A súbita alta nos preços da gasolina fez as pessoas buscarem por soluções de economia de uma forma que nunca teria acontecido se os preços tivessem subido gradualmente.

    Agora, a chave para lidar com a situação é fazer com que essas pequenas mudanças se tornem um hábito – e continuar fazendo-as mesmo quando os preços na bomba saírem das manchetes.

    Veja também:

    + Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
    + Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos
    + Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!
    + Gato e porquinho viram melhores amigos quando passaram a viver na mesma casa
    + CPTM atualiza mapa das linhas da CPTM e Metrô
    + Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco
    + Bandeirantes contrata atriz de fimes adultos Maru Karv para o canal SexPrivé
    + De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol
    + Irmã de Juliana Caetano exibe corpão e brinca com fãs: “O que te faz ver estrelas?”
    + Aos 68 anos, Bruna Lombardi posta foto de biquíni ‘contra sua vontade’
    + Marcella Rica e Vitória Strada vão se casar
    + Vídeos íntimos de Raissa Barbosa vazam em sites de conteúdo adulto
    + Ellen Rocche posta foto de ensaio nu na ‘Playboy’ e ganha elogios dos fãs
    + O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada
    + Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
    + 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos
    + Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
    + Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
    + Líder de seita sexual apocalíptica é condenado a 1.075 anos de prisão
    + Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
    + ‘Borboletas no estômago’ indicam algo além de estar apaixonado
    + 10 sinais de que seu parceiro não te ama (como você gosta dele)

    Back to top