• Goiás: Governo promove Semana de Conciliação Fiscal com redução de até 98% no valor da multa

    Semana de Conciliação Fiscal

    Secretaria de Economia afirma que é possível reduzir até 98% no valor da multa durante iniciativa, que acontece de 4 a 8 de novembro, em Goiânia e delegacias de fiscalização do interior.

    Proprietários de mais de 400 mil veículos com Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em atraso deverão ser autuados até o início de novembro, segundo a Secretaria da Economia de Goiás. Aqueles que estão devendo IPVA poderão quitar as multas com descontos durante a Semana de Conciliação Fiscal, que acontecerá de 4 a 8 de novembro, em Goiânia e delegacias regionais de fiscalização do interior.

    • Tailândia terá trem de alta velocidade de 220km que ligará três aeroportos
    • Metrô de SP começa a testar pagamentos com QR Code

    De acordo com o superintendente de Controle e Fiscalização, Mário Bacelar, é possível reduzir até 98% no valor da multa.

    “Se o contribuinte optar por aproveitar os benefícios da Semana de Conciliação Fiscal, ele poderá abater até 98% no valor da multa, entre outras vantagens”, afirmou Mário Bacelar.

    Ainda segundo o superintendente , as dívidas giram em torno de R$ 200 milhões em valores originais. Após a autuação, de acordo com o superintendente, são acrescidos juros, correção monetária e multa por atraso, o que pode elevar em mais de 100% o valor do imposto.

    Até o momento, já foram enviadas cerca de 90 mil autuações referentes aos exercícios de 2014 a 2018, de acordo com a Superintendência de Controle e Fiscalização (SCF). As demais serão enviadas até 1º de novembro.

    A Semana de Conciliação Fiscal é promovida pela Secretaria de Economia em parceria com o Tribunal de Justiça de Goiás e será realizada em três pontos da capital – no Detran, nos shoppings Cidade Jardim e Passeio das Águas – e nas delegacias regionais de fiscalização do interior, das 8h às 18h. Durante o período, poderão ser negociados débitos com fato gerador ou infração ocorridos até dezembro de 2018.

    Back to top