• Não haverá Greve do Metrô em São Paulo nesta terça-feira

    Os metroviários decidiram em assembleia na noite desta segunda-feira suspender a greve desta terça feira (10).

    + Waze GPS atende a pedidos e aplicativo terá voz de Milton Cunha
    + A desconhecida UM lança novas versões da sua bela Renegade 125
    + Nova Hilux GR-S chega com novidades à rede de concessionárias Toyota em todo o Brasil

    A categoria decretou estado de greve em 14 de fevereiro e pleiteia que o Metrô pague a PR – Participação nos Resultados de 2016. O valor mínimo reivindicado foi de R$ 5.791,87.

    O acordo foi proposto pelo Tribunal Regional do Trabalho na última terça-feira, 3. A audiência no TRT foi marcada para para redefinir cláusulas de pagamento que envolve funcionários do CCO, Oficinas de Pintura e de Escadas de Rolante e a mudança de turno dos trabalhadores que entraram com processo de periculosidade sobre todos os vencimentos.

    A assessoria do sindicato informou que o Metrô cumpriu as determinações da negociação.

    Os metroviários devem aderir ao Dia Nacional de Paralisação contra as reformas da previdência e trabalhista no dia 15 de março. Dia 14 terá uma assembleia para decidir.

    O sistema de Metrô de São Paulo tem cinco linhas que transportam em torno de 4,5 milhões de pessoas por dia. A malha é de cerca de 70 quilômetros. São quatro linhas sob administração e operação pública do Governo do Estado (Linha 1-Azul, Linha 2-Verde, Linha 3-Vermelha, Linha 5-Lilás) e a linha 4-Amarela é privada. Também faz parte da rede a Linha 15-Prata, que é de monotrilho e opera entre duas estações com 2,3 quilômetros.

    Back to top