• Trens colidem no Recife e deixam 47 passageiros feridos

    Trens colidem no Recife e deixam 47 passageiros feridos. Foto: Reprodução Whatsapp
    Trens colidem no Recife e deixam 47 passageiros feridos. Foto: Reprodução Whatsapp
    Trens colidem no Recife e deixam 47 passageiros feridos. Foto: Reprodução Whatsapp

    Dois trens do Metrô de Recife (Metrorec) se chocaram às 5h40 desta terça-feira, 18, na Estação Ipiranga, mm trem estava parado na plataforma quando a outra composição colidiu ao chegar à estação, na linha que liga o Centro a cidades da Região Metropolitana.

    + Confira mudanças no Rodízio Municipal, na Zona Azul e em corredores e faixas exclusivas de ônibus durante período de Carnaval
    + Tiroteio nas avenidas de Vitória, bandidos depredam carros e obrigam lojistas a fecharem as portas
    + Nyvi Estephan, repórter do BBB20 desabafa sobre montagem na enchente de São Paulo

    O acidente deixou pelo menos 47 passageiros feridos, que foram socorridos e encaminhados para unidades de saúde próximas ao local.

    A Companhia afirma que o trem chegou com velocidade reduzida à plataforma, sem causar grande estrago à cabine do outro trem atingido. “Não houve nenhuma vítima fatal. A gente está com grupo de gerenciamento de crise, que vai fazer a análise. Em 35 anos de metrô, nunca aconteceu nenhum acidente desse tipo”, afirmou o assessor de imprensa do Metrorec, Salvino Gomes.

    Além da sindicância interna do Metrorec, que tem 30 dias para concluir a perícia sobre as causas do acidente, o Instituto de Criminalística de Pernambuco também investiga a situação e deve analisar as imagens de câmeras de segurança que registraram o momento.

    O último balanço do Samu registra que os feridos foram levados às Unidades de Pronto Atendimento da Imbiribeira, Caxangá e Ibura, além do Hospital da Restauração, Policlínica de Afogados e centros médicos particulares. Os nomes dos passageiros não foram revelados.

    O Corpo de Bombeiros não divulgou a quantidade de passageiros socorridos na operação e a assessoria do Metrorec afirma que está acompanhando as famílias das vítimas para saber o que aconteceu durante a colisão.

    Back to top